Silverjourney

Remodelações e Revestimentos, Lda.

Orçamentos grátis, consulte-nos

Telef.: 211 912 336  -  Fax:210 937 196
email: info@silver.pt  -  comercial@silver.pt

Alvará nº 72806

     Silverjourney Revestimentos de Interior        

Tarkett    Forbo     Gerflor    Romus    Anker Carpets    Fletco    Desso    DLW    Profilpas    Woven Vinyl   floorflex

   

 

Home page
Woven vinyl
Diversos
Escolher pavimento
Auto Pousantes
Vinyl Alta Decoração
Linoleo
Desportivos
Forbo
Tarkett
Gerflor
Romus
Flutuantes
Alcatifas
Profilpas
Anker Fletco floorflex
Desso e DLW

Absorção de som

      Numerosos exemplos confirmam que a poluição sonora dos edifícios é uma séria consequência da perda de bem-estar.

      Dentro das medidas de isolamento de barulho que podem ser tomadas, jogar com a montagem do revestimento dos pavimentos é uma importante opção.

      Entre os revestimentos de pavimentos com uma suave acção amortecedora, as alcatifas praticamente eliminam o ruído e a maior parte deste é imediatamente absorvido, existem igualmente vinilicos e linóleos acústicos.

A condução do impacto do ruído é reduzido em 22 a 30 db (decibéis) pelas alcatifas, enquanto nos revestimentos de pavimentos em PVC e Linóleo se encontram normalmente entre os 4 e 19 db, consoante o material escolhido.

Para além de eliminarem o impacto do barulho as alcatifas garantem que a “vida” do barulho é apenas parcial.

A absorção do barulho pelas alcatifas é especialmente notório nos locais frequentados por um largo número de pessoas, por exemplo, em escolas, escritórios sem paredes divisórias, halls de recepção e bibliotecas.

Os Vinilicos acústicos geralmente com uma absorção acústica menor relativamente ás alcatifas possuem a vantagem de uma fácil e económica manutenção.

No meio ambiente de casa, a absorção de sons atribuído às alcatifas proporciona um ambiente relaxante. Os apreciadores de música, em particular, apreciam o resultado absorvente dos sons pelas alcatifas.

PVC e os seus usos

O Cloreto de Polivinyl (PVC) é um pó inócuo que consiste em produtos naturais, principalmente Chloride Natrium (sal) e uma pequena quantidade de óleo mineral. Devido a este facto, o PVC é um dos poucos plásticos que não são feitos apenas de óleo mineral.

Além disso na produção do PVC o óleo mineral pode ser substituído por gás natural, carvão ou pedras calcárias, sendo os recursos naturais em sal considerados quase ilimitados.

Cerca de metade do volume de produção de PVC nos países industrializados é usado na indústria de construção de edifícios em forma de tubos e canos para gás e agua, estores, revestimento exterior de paredes e revestimento de pavimentos entre outros produtos.

Em alguns casos não existe nenhuma alternativa disponível ao PVC, como por exemplo nas unidades de cuidado intensivo dos hospitais.

Pavimentos anti-estáticos e condutivos

             Como resultado da fricção e separação, as cargas eléctricas ocorrem na superfície dos materiais.

            Isto aplica-se particularmente no caso dos chamados “materiais dieléctricos”.

            As cargas electrostáticas são o resultado de um desequilíbrio de electrões na superfície dos materiais, e em caso de uma separação súbita das duas superfícies uma delas será positiva e a outra negativa.

            A título de exemplo poderemos referir que a fricção da sola de um sapato sobre um pavimento isolante e em caso de uma humidade atmosférica relativa muito baixa, pode produzir 15.000 Voltes (15KV).

            Motivado pela intensidade da corrente ser muito baixa não existe o perigo de danos físicos (poderá por vezes causar apenas um ligeiro “mal-estar” no entanto no caso de componentes electrónicos muito sensíveis poderá haver problemas, esta é a razão pela qual em zonas informáticas, laboratórios, salas de operações etc. Deverão ser tomadas medidas especiais para evitar as cargas electrostáticas.

A probabilidade de cargas electrostáticas depende sempre do pavimento e respectivo revestimento para além da temperatura e humidade da sala.

O método mais seguro e melhor para evitar os danos causados pelas referidas cargas é a colocação de materiais adequados à solução pretendida.

Não existindo uma definição clara do termo “anti-estáticos” na prática designam-se por Condutivos os PVC que nos testes EN 1081 obtenham valores entre 104 ≤ Rt ≤106 Ω já que possuem propriedade eléctricas condutoras óptimas.

São designados Dissipativos os materiais que nos testes EN 1081 obtenham valores entre 106 ≤ Rt ≤108 Ω já que possuem propriedades eléctricas condutoras.

            São designados por anti estáticos os materiais que no mesmo teste obtenham o valor de 109Ω.

Norma EN 685 – Classificação Europeia de resistência ao Tráfego

Esta norma classifica os revestimentos resilientes assim como os locais onde vão ser aplicados

 

Home page ]